5 de jun de 2012

Espinho e flor...


Tinha medo, é verdade.
Não ousava soltar o nó
Nem imaginava que assim fosse.
Criou coragem, um belo dia.
Aprendeu vivendo,
            (o melhor jeito)
Que a liberdade é agridoce.

Nenhum comentário:

Postar um comentário