27 de mai de 2010

Doce ilusão

A estranha animou-se ao me ver escrevendo.
Achou que fosse pra ela.
Enganou-se, pois não era...

Um comentário: