31 de dez de 2012

Em 2013...


Novamente precisamos trocar nossos calendários anuais. Pode não ser nenhuma "contagem longa" dos Maias, mesmo assim pode ser o início de uma nova época, trazendo novas possibilidades, ou apenas as velhas rotinas, outra vez. Cada um escolhe o que será.
E nesse novo ano eu prometo...
Não, melhor não fazer promessas de ano novo. Sei que promessas às vezes nos aprisionam, não permitindo que vivamos plenamente. E quase nunca as cumprimos mesmo. Então não farei nenhuma.
Sei que vou meter o pé na jaca de vez em quando, mesmo que agora esteja decidido não mais fazê-lo. Vou me enganar novamente, várias vezes, e de novo.
Mesmo querendo me tornar um adulto equilibrado, sei que vou continuar priorizando os momentos de alegria compartilhados com amigos (não que seja irresponsável, apenas acredito, como as crianças, que a vida pode ser bem mais leve).
Sei que vou me apaixonar, ou direcionar a paixão que existe em mim, por quem não irá corresponder, que não espera ou não deseja. Mas não serei infeliz por isso, e toda pessoa que despertar tais sentimentos em mim, será sempre a pessoa certa.
Apesar dos riscos, dos novos hábitos e da frieza que cresce em algumas relações, minha casa continuará aberta aos que forem do bem. E os amigos continuarão sendo muito mais que bem vindos.
Espero que o ano novo traga prosperidade, e vou continuar trabalhando pra isso, mas sei que poderei experimentar, novamente, dias de provação, e privação, tal como Jesus no deserto.
Excessos sempre poderão ocorrer, afinal sou humano, imperfeito.
Espero ser mais justo, mas posso cometer erros e até ofender alguns, assim como sei que farão comigo. Espero que entendam e desculpem, mas se for difícil, ao menos releve. Do meu lado, continuarei me esforçando para não acumular mágoas nem rancor.
Não prometo pontualidade sempre. Sei que posso me atrasar. Mas continuarei sendo intenso, e verdadeiro, quando estiver.
Espero enxergar todo ensinamento que passar por mim. Mas, claro, sendo aprendiz das primeiras lições, certamente deixarei passar muitas oportunidades de crescimento. Por isso espero contar com quem estiver perto, certo de que serão caridosos e me abrirão os olhos. Também assim espero agir.
Enfim, em 2013 haverá alegrias e algumas tristezas, mas não devemos deixar nada abalar nossa felicidade. Já que ser feliz é nossa principal missão nesse mundo, e nós até prometemos que seríamos.
Que saibamos aproveitar cada dia do novo ano. E que 2014 nos encontre bem melhores que 2013.
Que cada um encontre seu caminho, não por ser um novo janeiro, mas por ser necessário. E que consiga segui-lo a cada novo dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário