26 de set de 2016

Trip to hell

Arranco travas dos olhos
                        Eu tento.
Fito um horizonte distorcido
Teias e amarras me impedem a vontade
Desejo virar a página
Escrever a vida
Criar histórias
                        Ao menos a minha
Esforço em vão
Tentativas vãs
Caminhos tortos
Estradas curvas
Linhas certas
Rascunho borrado...

Mas envio mensagem
                        Enquanto sigo meu ocaso.
E, se reconheço o velho retrato
O espelho, a cada dia mais estranho...

Nenhum comentário:

Postar um comentário