28 de set de 2016

Outras marcas

Olho momento.
Observo aonde cheguei.
Se fui longe,
ou já é tarde,
Quem poderá afirmar?
Exibo, e sinto, as marcas de onde passei.
Alguns, como belas tatuagens,
outras, horríveis cicatrizes.
Mas todas seguem comigo
lembrando-me quem fui
e todos que sou.
E trago comigo uma legião.
A cada instante, um novo eu.
Em cada lugar, nova história
Por vezes apenas recontada.
Se, dúvidas e certezas definem tudo que sei
e formam consciência, caráter, princípios, desvios
Estou cada vez mais certo de que,
É menos a geografia, e muito mais a cronologia, responsável por me talhar.
Posso não me lembrar de cada canto onde passei.
Mas não consigo, mesmo que queira, me esquecer de quando eu venho...

3 comentários:

  1. Oh meu amigo me lembro de tantos quandos ate uma troca de calças na baixada do zequinha....Sabes desde quando viemos amigos? Me fez pensar...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito motivos para alegrias, já compartilhamos, não é mesmo?

      Excluir
  2. Oh meu amigo me lembro de tantos quandos ate uma troca de calças na baixada do zequinha....Sabes desde quando viemos amigos? Me fez pensar...

    ResponderExcluir