24 de set de 2012

Desordem


Vejo coisas fora do lugar
Sentimentos destoando
Um canto vazio em meu coração
Olhares desencontrados
Um verso solto, sem rima
Um acorde sem melodia
Minha cabeça nas nuvens
Olhos nas estrelas
E, sem você aqui,
Meus pés sem chão...

Nenhum comentário:

Postar um comentário