11 de jan de 2012

Deliciosa crueldade

Não é justo.
Claro que não.
Um movimento de seu corpo lindo,
E me tens, completamente, em suas mãos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário